Na velhice, quem queres ser?

Entrei na onda da foto envelhecida, porque essa brincadeira mexe com a gente, né? Como tu te sentes diante de tua imagem envelhecida? É impactante se enxergar assim! Mas graças ao aplicativo é, de certa forma, reconfortante, porque ele revela certamente a melhor versão de envelhecimento físico possível para cada uma de nós. E é…

Continue amando… todos os dias!

Dizem que a paixão é cega. Que quando estamos inebriados neste estado não enxergamos nada além da perfeição. Mas  em relacionamentos que duram mais de um verão ou um carnaval –  quem está nesse barco há de concordar –  esse sentimento vai se modificando e a gente passa a AMAR. Mas o que é, exatamente,…

Comparação: a dor da baixa autoestima pós-parto

  Aí você espera a vida toda para ser mãe, planeja esse momento ímpar da sua vida em muitos detalhes. Mas não planejou parir no mesmo dia que Kate Middleton. E, sobretudo, não planejou sair do hospital após o parto com a barriga maior do que a barriga que ela entrou. Como a gente se…

Vou ali, rapidinho, ser mãe e já volto (só que não!)

Vinte e um dias. Hoje, faz três semanas que me tornei mãe. Não tem como explicar, exatamente, a emoção que é. Receber o filho no peito, logo após o parto, e ver aquele novo ser te agarrando e sugando instintivamente, sedento de ti, é arrebatador. É ocitocina pura adentrando todos os poros. É uma overdose…

Ocultando a gravidez

  Quando me aproximei da piscina, no horário da terceira idade, para recuperar uma das aulas de hidroginástica que fiz durante a gestação, percebi uma indiscreta movimentação das senhoras com mais de sessenta, setenta, até oitenta anos, que já estavam dentro d’água. Era a primeira vez que eu aparecia diante delas  – porque meu horário…

Mundo virtual x real: a discrepância de atitudes

Às vezes, vejo postagens reluzentes de algumas pessoas nas redes sociais, que me cativam por suas mensagens otimistas, alegria, colorido, boa intenção, lazer  estimulante ou paixão pelo que fazem profissionalmente.  Mas para meu espanto, o encantamento termina assim que cruzo com elas na rua ou preciso falar por telefone. Como aconteceu esses dias, em que…

Naiara e as meninas violentadas todos os dias em nosso país

Na semana passada eu não consegui escrever. Como de costume, eu gostaria de abordar assuntos que fossem motivadores e inspiradores para nós, mulheres, mas a morte da menina Naiara atormentava meus pensamentos, e naquele momento eu resisti falar a respeito de tamanha brutalidade, sobre algo tão triste e degradante sobre nossa raça: tão desumana. Mas…

Autorresponsável ou vítima: quem você escolhe ser na vida?

A morte do cientista Stephen Hawking, na última semana, nos lembra de sua conhecida figura, totalmente imobilizada, e do paradoxo que sua passagem pela terra constituiu, diante de tudo que ele produziu, apesar de sua condição física. Uma imagem que nos recorda de todas as miudezas e insignificâncias das quais reclamamos todo o dia. Nos…

O que é preciso para ser mãe?

Eu escrevi esse texto em meados de 2017, poucos meses antes de engravidar, numa narrativa em que descrevo como foi essa decisão para mim. Sim, porque ser mãe é uma escolha, não deve ser regra. E como nos instiga Prem Baba, para tomar essa decisão é preciso questionar-se “quem em mim quer ter um filho?…

Valorize suas conquistas o ano todo

Nesta semana, em que a luta das mulheres pela igualdade de direitos vira pauta obrigatória pela passagem do Dia Internacional da Mulher, não poderia deixar de situar o propósito do projeto Na Cabeceira da Mesa nesse contexto. Como acontece todo o ano, tanto na mídia tradicional, como na internet, veremos uma infinidade de debates, reportagens,…

A moça dos panfletos

  Na minha cidade, há uma moça que distribui panfletos na frente de um uma loja. Ela veste jeans e camiseta branca. Uma cena comum de qualquer cidade. Mas não é trivial o jeito como ela o faz. Esses dias eu passei pelo local e retornei, fingindo ir até uma loja próxima, somente para vê-la…